Filtre por categoria
9 de março de 2020 Cultura

Comenda 6 de Março encerra programação de 33 anos de aniversário de Horizonte

Comenda 6 de Março - 2020

Horizonte encerrou as festividades de 33 anos de emancipação política neste domingo, 8, com a outorga da Comenda 6 de Março, a mais alta honraria do Município, um justo reconhecimento aos cidadãos que marcaram a história de Horizonte, destacando-se em contribuições para o desenvolvimento ao longo dos anos, em cerimônia realizada no Centro Cultural Tasso Jereissati. 

Seis personalidades foram homenageadas com medalha e diploma. São elas: a empresária Ana Paula Nunes Brito, o professor Celso Alves da Silva, a gestora Florilda Martins de Almeida,  empresário Igor Queiroz Barroso, o servidor público Raimundo Carlos da Silva e o Major Brigadeiro do Ar Raimundo Nogueira Lopes Neto.

 

COMENDA 6 DE MARÇO

Instituída pela Lei de nº 548, de março de 2006, como marco dos aniversários de emancipação política do município, a Comenda tem a finalidade de homenagear, em vida, seis personalidades, naturais ou não de Horizonte, que tenham contribuído de forma relevante para o engrandecimento e o desenvolvimento deste município.

Desde a instituição da Comenda 6 de Março, 96 pessoas já foram agraciadas com esta honraria.

 

HORIZONTE 33 ANOS

Iniciada na segunda-feira, 2, a programação em alusão ao aniversário de emancipação política do Município, que teve como tema "Horizonte 33 anos de Amor e Trabalho", contou com a tradicional Cavalgada Ecológica, Missa em Ação de Graças, Noite Evangélica e seguiu até a noite de domingo, 8, com a outorga da Comenda 6 de Março. 

A história de Horizonte começa no antigo povoado Olho d’Água do Venâncio, ainda vinculado ao município de AQUIRAZ. Em quatro de dezembro de 1993, o povoado foi elevado a Vila que, por sua vez, seria transferida para o município de PACAJUS, em 23 de maio de 1935. Outra mudança ocorre a partir do Decreto-Lei n.º 1.114, de 30 de dezembro de 1943, quando a vila passa a ser chamada de Horizonte.

O 1º movimento de emancipação de Horizonte aconteceu em 1963, liderado por Horácio Domingos de Sousa e Manoel Feliciano de Sousa. O então Governador Virgílio Távora assinou a Lei Estadual nº 6793, emancipando Horizonte. No entanto, em 1964, um ano depois, a lei foi derrubada.

Vinte anos depois, foi fundada a Sociedade dos Amigos de Horizonte para lutar, juntamente com a população horizontina, por liberdade. Na época, a realização de um plebiscito reuniu 2.273 votos a favor da emancipação política.

No dia 6 de março de 1987, no Palácio da Abolição, o governador Gonzaga Mota sancionou a Lei Estadual nº 11.300, criando o município de Horizonte. Em 1º de Janeiro de 1989, a emancipação da cidade foi concretizada com a criação da Câmara Municipal e com a posse do primeiro prefeito do município, FRANCISCO CÉSAR DE SOUSA.